sábado, 5 de dezembro de 2009

Não nos tire o dramaturgo - Mário Bortolotto


hoje foi um dia bem esquisito, devido à notícia lamentável da tentativa de assalto ao espaço Parlapatões, na Praça Rooselt, no Centro de São Paulo.
houve agressões e Mário reagiu (alguéns, que não ele nesta específica circunstância, hão que reagir...uma hora dessas).
Carlos Carcarah (achei suas ilustrações como Carlos Carah), pseudônimo do ilustrador e ator Henrique Figueiroa (30 anos), foi baleado na perna, mas está bem.
Mário Bortolotto é londrinense (47 anos). um cara de talento excepcional, com uma voz belíssima, além de vocalista e compositor das bandas Saco de Ratos Blues e Tempo Instável (possui um cd de blues chamado Cachorros gostam de Bourbon), Mário é ator, diretor e dramaturgo brasileiro.
influenciado pelas histórias em quadrinhos, cinema, blues, rock e o movimento beatnik, seus espetáculos são originalíssimos.
possui 4 peças publicadas, um livro de poesia chamado Para os inocentes que ficaram em casa, romances (Mamãe não voltou do supermercado e Bagana na chuva), além de uma coletânea em 2006 de textos do seu blogue homônimo Atire no Dramaturgo.
NÃO, NÃO ATIRE, NÃO NOS TIRE O DRAMATURGO.
este que participou de festivais teatrais pelo Brasil com o seu grupo (fundado em 1982) inspirador (e por isso, tb homônimo) da vila cultural mais importante de Londrina: Cemitério de Automóveis.
Marião é vencedor do Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) pelo conjunto da obra em 2000 e do Prêmio Shell pela peça de sua autoria Nossa vida não vale um Chevrolet.
o artista mora e trabalha na capital paulista desde 1996, mas dá umas passadinhas na terra natal de vez em quando, como no Londrix, onde fez um show de arrebentar...fantástica banda Saco de Ratos Blues e a personalidade impactante do compositor e vocalista ainda ressoam aqui dentro...a nossa conversa tb, rapaz de bela voz.
e na madrugada de sexta pra sábado Mário foi baleado com 3 tiros e está em estado grave.
sempre esteve...Bortolotto é gravíssimo, intensíssimo e forte de vender saúde...todos torcemos pela sua recuperação, querido.
sábado angustiante...difícil...sábado mudo...aguardando vc.

beijoooo

Foto: Evelson de Freitas/ Agência Estado


ilustrações de Carlos Carah (carcarah)





Nenhum comentário:

Postar um comentário